É a área da dermatologia que faz o diagnóstico, cuidados preventivos e tratamento de doenças de pele, cabelo e unhas. Veja abaixo algumas das dermatoses atendidas pela Clínica Tarlé:

Acne
Também conhecidas como “espinhas” são inflamações na pele e se manifestam na fase da adolescência, tanto para meninos como para meninas. Mulheres adultas também podem apresentar acne.
O tratamento varia da causa e fase de vida do paciente. Diversos tratamentos podem ser utilizados de acordo com diagnóstico, como medicamentos tópicos ou via oral, laser, peelings, entre outros.

Ceratoses Actínicas
São lesões na pele causadas pelo sol. A principal característica delas é que são escamosas ou crostosas, dando uma sensação de tocar uma lixa, quando passamos a mão. Elas são na maior parte avermelhadas, mas podem ser rosadas, marrom claro ou escuro, ou ainda uma mistura de todas essas cores. Os lugares mais comum em que há ocorrência são o rosto, orelhas, lábios, dorso das mãos, antebraços, ombros, colo e couro cabeludo, geralmente lugares onde há maior incidência de sol.


dermatologia clinica - 1

As Ceratoses Actínicas devem ser tratadas e analisadas pois são consideradas pré-cancerígenas, tendo esses pacientes pré-disposição para o desenvolvimento de tumores.
Os tratamentos para ceratose actínica variam de acordo com cada tipo de lesão de particularidades do paciente. As opções terapêuticas incluem:

  • Crioterapia com nitrogênio líquido: é uma técnica onde realiza-se o congelamento da lesão em consultório. Após o procedimento, é comum a formação de vermelhidão e possivelmente uma bolha no local da aplicação, que cicatriza em torno de 7 a 14 dias.

dermatologia clinica 2

  • Eletrocauterização: procedimento também realizado em consultório, sob anestesia local, utiliza equipamento de alta frequência (eletrocirúrgico) para tratamento das queratoses actínicas.

dermatologia clinica 3

  • Tratamentos Tópicos (cremes): De acordo com o caso, podem ser utilizados cremes a base de 5-fluoracil, imiquimod, diclofenaco e mebutato de ingenol, para tratamento domiciliar e/ou supervisionado pelo médico.
  • Terapia Fotodinâmica: também é considerado um tratamento tópico, mas aqui, emprega-se o uso de luz sobre o local a ser tratado, com o objetivo de obter o efeito terapêutico desejado.
    Saiba mais sobre esse procedimento no site da Clínica Neocanp, nossa parceira em alguns tratamentos: https://goo.gl/x7E4jc

Doenças Autoimunes
É um grupo de doenças autoimunes. Isso quer dizer que não são simples patologias, mas sim processos desencadeados a partir do nosso sistema imunológico contra nosso próprio organismo. Alguns exemplos de Colagenoses são Dermatomiosite, Esclerodermia Sistêmica, Lúpus Eritematoso Sistêmico e Poliarterite Nodosa. Cada uma apresenta sintomas específicos, mas alguns são comuns entre todas, como febre, manchas na pele, dores nas articulações, boca e olhos secos, vômito e diarreia. Como são sintomas comuns em várias doenças, não é possível ter um diagnóstico rápido apenas pela consulta clínica, exames de sangue específicos são necessários para iniciar um possível tratamento.

Psoríase
Uma doença bastante comum entre as pessoas, caracterizada por manchas vermelhas e também esbranquiçadas ou prateadas, escamosas, que costumam atingir o couro cabeludo, cotovelos e joelhos, mas que também podem atingir pés, mãos, unhas e a região genital. Não contagiosa, sem causa definida e cíclica – pode ocorrer, curar e voltar de tempos em tempos, o que se sabe é que fatores como estresse, obesidade, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas e histórico familiar podem colaborar para o surgimento desses sintomas. O tratamento é diferente para cada tipo de Psoríase – são 8 no total, para cada estágio da doença e perfil do paciente, podendo ir apenas de mudança nos hábitos de vida, passando por processos terapêuticos, até medicamento via oral e injetáveis, nos casos mais graves.

Rosácea
Caracterizada por manchas vermelhas geralmente no centro do rosto, ela pode espalhar-se pelas bochechas, nariz, testa e queixo e atinge principalmente pessoas entre 30 e 50 anos, na sua maioria mulheres. Confundida inicialmente com uma simples ruborização constante da face ou até mesmo queimaduras de sol, esses sintomas devem ser analisados o quanto antes para o devido tratamento.

dermatologia clinica 4Rosácea